SÉ CATEDRAL CRUZEIRO - CAPELA-MOR

My Image
SÉ CATEDRAL
CRUZEIRO - CAPELA MOR
My Image

VISITA VIRTUAL 360º


Sé catedral do Porto - Capela mor

Cruzeiro e Capela mor

Originalmente a cabeceira mostrava um plano semicircular (como a Catedral de Santiago) com uma galeria (deambulatório)e para a qual abriam radiando três capelas mais pequenas. A nova cabeceira foi substituida entre 1606-1610, pela actual de planta rectangular, com abóbada de berço revestida com caixotões de pedra vermelha, preta e branca, encomendada pelo bispo D.Gonçalo de Morais. Por volta de 1724-25 durante a obra da sede vacante abriram-se as quatro janelas em substituição das estreitas frestas e fizeram-se as pilastras de granito com capitéis de talha dourada.
O retábulo barroco joanino (1727-1729) de autoria de Santos Pacheco dos entalhadores Luis Pereira da Costa e Miguel Francisco da Silva. Da mesma época são o orgão e respectivas varandas, o cadeiral, as sanefas e as grade de bronze. Em 1731 toda a superfície das paredes e vãos foram cobertos com pinturas de Nicolau Nasoni. A renovação desta primeira medate do séc. XVIII corrspondeu a um momento de radical renovação imbuída pelo gosto barroco dominante, em que a luz e o preencimento do vazio eram as preocupações fundamentais.
A torre lanterna que coroa a cobertura do cruzeiro substitui em 1556 um alto coruchéu de madeira revestido a chumbo.