SÉ CATEDRAL CLAUSTRO - GALERIA NORTE

My Image
SÉ CATEDRAL
CLAUSTRO GÓTICO
My Image

VISITA VIRTUAL 360º


Sé Catedral do Porto - Claustro

PAINEIS DE AZULEJOS

Os paineis de azulejos encomendados ao centro ceramico da Madragoa em Lisboa foram colocados nas quatro galerias do claustro entre 1729-1731 e são atribuídos a Valentim de Almeida (Pintor de Azulejos de Lisboa, contemporaneo do período joanino da "Grande Produção" dos mestres Policarpo de Oliveira e Bernardes e Bartolomeu Antunes). Partindo da parede do lado da Casa do Cabido :
I - O Despontar na Alma do Ideal da Perfeição
II - O Encontro do Ideal
III- A Felicidade que Resulta do Encontro
IV - A Quietação Originada pela Posse do Ideal
V - O caminho do Prémio Final
VI - O Prémio Final
VII - Apoteose
Actualmente encontram-se sete grandes painéis de azulejos, cada qual consagrado a um tema, embora até ao restauro da Sé em 1940 existiam 8 paineis. O tema principal é o Cântico dos Cânticos do Velho Testamento, usado na arte religiosa sobretudo a partir da contra-reforma.
Os paineis de azulejo foram adaptados à arquitectura gótica do claustro, procurando-se que a estrutura vertical dos pilares pintados nos painéis acompanhasse as linhas, paralelas, dos pilares de pedra, e fazendo-se com que os tímpanos dos painéis terminassem em ogiva, correspondendo ao arco quebrado das abóbadas medievais.

CLAUSTRO - GALERIA NORTE

Em 1726-1727, foram adicionados oito excelentes portais barrocos, desenhados pelo mestre italiano Nicolau Nasoni, enriquecendo-se ao mesmo tempo, com remates também de Nasoni, as quatro portadas antigas do claustro. O claustro gótico passou assim a ostentar, ao lado das suas linhas medievais, abundantes elementos de estilo barroco.